Buscar
  • Por Evandro Lins

Justiça nega pedido de prisão preventiva contra ex-prefeito de Toritama, Odon Ferreira


Réu está proibido de se ausentar por mais de dez dias do município

O ex-prefeito do município de Toritama, Odon Ferreira da Cunha (PSB), está sendo investigado pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) pela prática de crimes que envolvem fraude em licitações, desvio de verbas e renúncia de receita. Atualmente o ex-prefeito é réu em, pelo menos dois processos criminais apresentados pelo Ministério Público.

Nesta quinta-feira (17) nossa redação teve acesso com exclusividade a denúncia oferecida pelo Ministério Público à Justiça. Na decisão do Juiz Thiago Meirelles, titular da Vara Única da Comarca de Toritama, o pedido de bloqueio de bens foi acatado, porém a prisão preventiva foi indeferida e o ex-prefeito segue respondendo em liberdade.

No entendimento do magistrado, a prisão não se faz necessária já que o réu não apresenta risco as investigações, destruição de provas, ou tenha pretensões de fugir.

A decisão do Juiz determina ainda medidas cautelares, que o réu não pode se ausentar por mais de dez dias do município sem prévia autorização da justiça, e obriga o comparecimento mensal à Comarca, para prestar esclarecimentos de suas atividades.

A decisão ocorreu em 20 de Dezembro 2018, em meio ao recesso do judiciário, e a publicação aconteceu nesta quarta-feira (16).

#Toritama

Blog do Evandro Lins        Copyrigth 2020.                                                                                            

-copyright_90662.png

Desenvolvido por Essencial Comunicação & Mídia - essencialpp@gmail.com