Buscar
  • Por Evandro Lins

Celulares apreendidos em presídios de Pernambuco serão doados para estudantes


A partir deste mês, todos os celulares apreendidos nas entradas e revistas das unidades prisionais de Pernambuco serão doados para estudantes de cursos de tecnologia. A medida foi formalizada por meio de um termo de cooperação técnica, assinado pelo secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, e pelo presidente do Centro de Recondicionamento de Computadores do Recife (CRC), Sávio França.

De acordo com o secretário, os componentes dos aparelhos serão separados quando forem recebidos no centro. O plástico será destruído e descartado, mas outras partes, como placas, baterias, vidros e vibra calls, serão utilizadas para a produção de outros materiais.

Não podemos ficar com o lixo eletrônico que vem das unidades prisionais, nem comprometer o meio ambiente jogando o resíduo fora. Eu gostaria de não apreender nenhum celular em unidades prisionais, mas como isso ainda acontece, precisamos dar um destino a eles para que não retornem à prisão”, defendeu Eurico.

Em 2018, a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) apreendeu 2.410 aparelhos nas 23 unidades do Estado. No primeiro trimestre deste ano, cerca de 600 equipamentos já foram recolhidos.

#Pernambuco