Buscar
  • Evandro Lins

Auxílio emergencial é travado por falta de cédulas


O Banco Central pediu que a Casa da Moeda imprima o correspondente a R$ 9 bilhões em cédulas e moedas até o fim de maio, após a escassez de cédulas de dinheiro travar os pagamentos do auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais. As informações são da Folha de S. Paulo.


Atraso


O calendário da segunda parcela do Auxílio Emergencial de R$ 600 ainda não foi divulgado pelo governo, duas semanas após a data originalmente anunciada para dar início ao pagamento, que deveria ter acontecido entre os dias 27 e 30 de abril. De início, a terceira parcela estava programada para ser paga entre os dias 26 e 29 de maio, mas também ainda não ganhou nova data.

Blog do Evandro Lins        Copyrigth 2020.                                                                                            

-copyright_90662.png

Desenvolvido por Essencial Comunicação & Mídia - essencialpp@gmail.com