Buscar
  • Evandro Lins

Bebê que ficou na fila por UTI em meio à crise de superlotação em Pernambuco tem alta médica




Depois de um mês internado, teve alta do hospital o bebê Ravi, que passou 11 dias na fila por um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Recife, por causa da crise de superlotação de leitos em Pernambuco. O menino, que completa dois meses de vida na terça-feira (14), passou metade da vida em quatro unidades hospitalares, com problemas respiratórios.


Durante a internação, ele foi intubado, teve parada cardiorrespiratória e, agora, se recupera em casa com a família.


"Ravi nasceu de novo. A sensação que eu tenho é como se Ravi tivesse nascido agora, estivesse tendo alta hospitalar do parto. Eu ainda nem estou acreditando", disse a mãe, a psicopedagoga Gicely Van Egmond.


Na metade de maio, Ravi teve os primeiros sintomas do que veio a ser diagnosticado como bronquiolite viral aguda. Ele apresentou coriza e um pouco de tosse e, por isso, foi levado ao pronto-socorro de um hospital particular.


"Ele foi atendido e encaminhado de volta para casa porque não tinha sintomas graves. O tratamento indicado foi nebulização e vitamina C. Eu estava muito atenta à situação da falta de leitos de UTI em Pernambuco e pesquisei muito sobre isso", afirmou a mãe de Ravi.


*Do G1 Pernambuco