Buscar
  • Evandro Lins

Cinco prefeitos da Paraíba já morreram vítimas da Covid-19 desde o início da pandemia


O prefeito de Riacho de Santo Antônio, na Paraíba, Gilson Lima, faleceu na manhã deste sábado (05) vítima da Covid-19. Gilson tinha 45 anos e contraiu o vírus desde o dia 23 de maio, estava cumprindo a quarentena, mas devido ao agravamento dos sintomas, precisou ser hospitalizado. O gestor foi levado para o Hospital Pedro I em Campina Grande, referência no tratamento da Covid e chegou a ser intubado, mas não resistiu as complicações da doença. Gilson é o quinto prefeito da Paraíba a morrer por complicações causadas pelo novo coronavírus.

Outros prefeitos



O prefeito da cidade de Pitimbu, Litoral Sul do estado, Jorge Luiz, faleceu no dia 31 de abril. O gestor tinha 43 anos e estava internado no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, após ser diagnóstico com o vírus, mas não resistiu e faleceu.


Em junho de 2020, o prefeito licenciado de Guarabira, Zenóbio Toscano, morreu também após ter sido contaminado com o vírus. Zenóbio sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico, foi internado e também diagnóstico com a doença. Ele não resistiu e morreu dias depois.


Em julho de 2020, foi confirmada a morte de mais um prefeito do estado em decorrência da doença. Manoel Batista Chaves Filho, conhecido como Manoel da Lenha (PSD), era prefeito do município de Ingá e faleceu por Covid-19 aos 64 anos, no Hospital Santa Clara, em Campina Grande, onde estava internado para tratamento da doença.


A prefeita do município de Coremas, Francisca das Chagas (PDT), conhecida como Chaguinha de Edilson, foi mais uma gestora pública que não resistiu as complicações do novo coronavírus. A prefeita tinha 62 anos e estava internada desde o dia 9 de março, em um hospital particular, em João Pessoa. Ela morreu duas semanas depois.


Fonte: Notícia Paraíba