Buscar
  • Evandro Lins

Clarão que cruzou o céu do Sertão pernambucano era um meteoro, diz site especializado


Por volta das 19h desta quarta-feira (15), um clarão seguido de um estrondo assustou moradores de alguns municípios do Sertão, entre Pernambuco e Paraíba. Nas redes sociais, usuários de várias cidades relataram ter ouvido um barulho alto, vindo do céu.


De início levantou-se a possibilidade de um acidente aéreo, logo desmentida pela Central de Operações CODECIPE, que negou a procedência da queda de um avião, por não haver aeronave cadastrada na área.


De acordo com a Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros (BRAMON), o clarão testemunhado pela população trata-se de um bólido – bola de fogo que finda seu vôo visível em um flash terminal luminoso (explosão) – fenômeno raro, produzido por meteoroides de grande tamanho cuja origem pode ser asteroidal ou ainda cometária.


“O meteoro foi registrado por pelo menos sete câmeras do climaaovivo.com.br e diversos relatos de testemunhas estão se somando para que possamos definir a trajetória e melhores características deste fenômeno que, chamando a atenção de todos em muitas cidades da região, se tornou um assunto de grande destaque nas redes sociais”, diz o site.


A partir de análises preliminares, a BRAMON calculou a trajetória do bólido, que surgiu entre os municípios de Princesa Isabel (PB) e Carnaíba (PE) e seguiu na direção sudeste, desaparecendo no céu a Sul do município de Arcoverde (PE).


“A BRAMON segue trabalhando com os dados em busca de definir a órbita do meteoroide, bem como estimativas de tamanho e massa do objeto que entrou na atmosfera nas proximidades de Serra Talhada (PE)”.

Blog do Evandro Lins        Copyrigth 2020.                                                                                            

-copyright_90662.png

Desenvolvido por Essencial Comunicação & Mídia - essencialpp@gmail.com