Buscar
  • Evandro Lins

Empresários vão entregar novo plano para agilizar reabertura da economia em Pernambuco


Insatisfeito com a proposta de reabertura da economia no Estado, um grupo de 20 representantes de diversos setores vai entregar ao governo um novo pacote de sugestões. De forma geral, o setor produtivo achou muito lenta e até confuso o plano de convivência com a covid-19 apresentado na segunda (1º).


“O governo tem que ser mais realista. O remédio está muito forte para as empresas, daqui pra frente é desemprego, porque vai acabar a suspensão de contrato de trabalho. São 7 milhões de empregos sustentados pelo governo federal”, observa o presidente da Federação do Comércio de Pernambuco (Fecomércio-PE), Bernardo Peixoto, que falou ao Balanço de Notícias, da Rádio Jornal.


O grupo – que reúne empresários dos setores da indústria, bares, shoppings, hotéis, serviços –, chamado de Movimento Pró-Pernambuco, vai tentar sentar novamente com o governo para pressionar por mudanças no cronograma de retomada. “Vínhamos negociando com o secretário Bruno Schwambach (Desenvolvimento Econômico) e fomos surpreendidos. O governo negocia, e quando chega na hora não acata nenhuma sugestão. O setor de construção está revoltado”, afirmou.

Blog do Evandro Lins        Copyrigth 2020.                                                                                            

-copyright_90662.png

Desenvolvido por Essencial Comunicação & Mídia - essencialpp@gmail.com