Buscar
  • Evandro Lins

Filme "Frei Damião - O Santo do Nordeste" revela detalhes sobre vida e atuação do religioso


Existem personagens históricos que carregam consigo significados, valores e necessidades de um povo. É o caso de Frei Damião e o Nordeste brasileiro, relação que deixou um legado hoje visto nas estátuas espalhadas pelos interiores, nas histórias repassadas oralmente por gerações e, principalmente, na fé dos seus devotos. O documentário "Frei Damião, o Santo do Nordeste", de Deby Brennand, tenta sintetizar a grandeza do frade, que está em processo de beatificação, e revelar um pouco do homem por trás do ícone.


Com distribuição da Elo Company, o filme estreia em Pernambuco nesta quinta-feira (4), um dia antes do aniversário de Damião, com sessões no Centerplex Caruaru, e Afogados da Ingazeira, no Sertão, no histórico Cine São José. A estreia no Recife está prevista para a próxima quinta-feira (11), assim como Petrolina, João Pessoa (PB), Campina Grande (PB), Fortaleza (CE), Juazeiro do Norte (CE), Salvador (BA), entre outras cidades do todo o país, mas priorizando municípios nordestinos.


Em agosto de 2019, o filme teve estreia nacional com sessão de honra no 29º Cine PE, no Recife. Esse é o segundo longa de Deby Brennand, que já lançou "Danado de Bom" (2017), documentário sobre o compositor pernambucano João Silva, parceiro de Luiz Gonzaga, levando quatro prêmios do Cine PE em 2016. Talvez esse êxito tenha estimulado o produtor Pablo Lopes, da Fábrica Estúdios, a convidar a cineasta para dirigir esse novo documentário. O roteiro é de Nadezhda Bezerra.