Buscar
  • Evandro Lins

Hospital de campanha será desativado no final do mês, afirma prefeito Edilson Tavares


O prefeito de Toritama Edilson Tavares (MDB), afirmou nesta sexta-feira (05), que o Hospital de Campanha para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, será desativado no dia 28, final do mês de fevereiro.

Em entrevista à rádio Toritama FM, o gestor destacou o importante serviço prestado pela unidade de saúde, que foi o primeiro Hospital de Campanha inaugurado no interior de Pernambuco, no dia 1º de abril de 2020. Segundo dados da Secretaria de Saúde, até esta sexta-feira (05), o Hospital já havia atendido 4.135 pacientes.


O local foi adaptado estrategicamente por estar em uma posição favorável aos atendimentos, já que fica ao lado do Hospital Nossa Senhora de Fátima e da Base do Samu. Porém, o prédio é da Escola José Jota de Araújo, e deverá ser realocada para o início do ano letivo 2021.


“Voltaremos com as aulas no Jota Araújo, mas para isso, iremos fazer todo um trabalho de assepsia durante sete dias, com a equipe de vigilância sanitária para garantirmos a limpeza do prédio”. - Disse o prefeito.

Edilson garantiu que a desativação do hospital não afetará os atendimentos, argumentando que agora todos os profissionais de saúde estão imunizados com a vacina contra o vírus, e um espaço do Hospital Municipal ficará exclusivo para o atendimento dos casos da COVID-19, além da vacinação que começou gradativamente nos grupos prioritários e deverá se expandir para outros públicos com a chegada dos próximos lotes da Coronavac e Oxford.