Buscar
  • Evandro Lins

“Já bancamos tudo, não deveriam cobrar mais nada”, critica prefeito Edilson sobre taxa dos bombeiros


Em entrevista à rádio Toritama FM na manhã desta sexta-feira (03), o prefeito de Toritama, Edilson Tavares (MDB), comentou sobre a Taxa de Prevenção e Extinção de Incêndios – TPEI, popularmente conhecida como “Taxa de Bombeiro”, que foi enviada pela Secretaria da Fazenda do Estado (SEFAZ) para residências em Toritama.


Moradores de vários bairros foram pegos de surpresa com o boleto que foi entregue esta semana, já que o imposto nunca foi cobrado em Toritama. Os valores variam de acordo com o imóvel e a localização, e podem ser pagos em parcelas.


Edilson Tavares se manifestou contrário a cobrança, criticando os valores e argumentando que a prefeitura já faz o custeio de toda estrutura onde foi instalada a sessão dos bombeiros em Toritama.

“Por termos a base custeada pela prefeitura, não deveriam cobrar mais nada, já bancamos tudo. Em um momento de tanta dificuldade econômica, o que não precisamos é de mais uma conta pra pagar”. - Afirmou.

A taxa dos bombeiros foi instituída pelo Governo do Estado de Pernambuco por meio da Lei Estadual nº 7.550, de 20 de dezembro de 1977.


Trata-se de um tributo Estadual que é devido em razão de serviços prestados pelo Corpo de Bombeiros, sendo exigida nos municípios abrangidos pelo sistema de prevenção e extinção de incêndios.