Buscar
  • Evandro Lins

Pernambuco descarta um dos casos suspeitos de hepatite misteriosa


Um dos três casos suspeitos de Hepatite em crianças com origem desconhecida investigados em Pernambuco foi descartado pelo Governo. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (16), pela Secretaria Estadual de Saúde. Conforme o comunicado, o jovem de 14 anos, morador de Salgueiro, teve diagnóstico de Chikungunya. Por meio de nota, a pasta estadual informou que o caso do adolescente, divulgado na última semana, foi descartado junto ao ministério da saúde. O jovem estava internado no Hospital Getúlio Vargas (HGV), na capital pernambucana, e foi transferido para o Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC). Essa ocorrência foi a segunda comunicada em Pernambuco.

Ainda estão em investigação os casos de um menino de 1 ano, morador de Toritama, que foi o primeiro comunicado em Pernambuco, e o de uma menina de 3 anos, que foi o terceiro registro. De acordo com o Governo, as “investigações dos dois casos dependem de análise laboratorial de exames”.


O estado informou que se reuniu com representantes da Sociedade de Pediatria de Pernambuco (Sopepe) para discussão dos casos e definição de fluxos assistenciais e de vigilância. Em 27 de abril, o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde de Pernambuco (CIEVS-PE) emitiu nota de alerta orientando toda a rede de saúde, incluindo unidades públicas e privadas.