Buscar
  • Evandro Lins

Primeira-dama de Tamandaré é a patroa autuada pela morte do menino que caiu de prédio em Recife


Sari Gaspar Corte Real, esposa do prefeito de Tamandaré (PE), Sérgio Hacker (PSB), que até então teve a sua identidade mantida sob sigilo pela Polícia Civil, é a empregadora da mãe do menino Miguel Otávio Santana da Silva, de 5 anos, que morreu ao cair do 9º andar de um edifício de luxo no Recife.


Ela foi autuada por homicídio culposo, por negligenciar de menor, mas não teve o nome divulgado pela Polícia Civil. Ela chegou a ser presa em flagrante, mas pagou R$ 20 mil de fiança e responderá em liberdade. O garoto morreu enquanto procurava pela mãe, que havia descido para passear com o cachorro dos patrões.

Mirtes Renata Souza, mãe do garoto, contou que era empregada doméstica do prefeito de Sérgio Hacker, e da sua esposa, Sari Corte Real, apontada como responsável pelo homicídio. “Se fosse eu, meu rosto estaria estampado, como já vi vários casos na televisão. Meu nome estaria estampado e meu rosto estaria em todas as mídias. Mas o dela não pode estar na mídia, não pode ser divulgado”, desabafou.


O delegado Ramon Teixeira, responsável pelo caso, afirmou que câmeras do circuito interno de segurança do condomínio mostraram o momento em que a mulher permitiu que Miguel entrasse sozinho no elevador. Nas imagens, era possível ver que ela fala com o menino, mas o deixa lá.


O apartamento dos patrões ficava no 5º andar. Segundo a investigação, Miguel saltou do elevador no 9º andar e escalou uma grade na área dos aparelhos de ar-condicionado, na ala comum do edifício, fora do apartamento, de onde caiu.





Blog do Evandro Lins        Copyrigth 2020.                                                                                            

-copyright_90662.png

Desenvolvido por Essencial Comunicação & Mídia - essencialpp@gmail.com