Buscar
  • Evandro Lins

‘Reservamos R$ 1 milhão para compra de vacinas’, diz prefeito de Toritama


Enquanto a vacinação contra a covid-19 segue a passos lentos no Brasil, prefeitos se mobilizam para tenta compras independentes do governo federal e acelerar a vacinação nos seus municípios.


Durante entrevista à rádio Toritama FM nesta sexta-feira (19), o prefeito declarou que já possui uma reserva de R$ 1 milhão para a compra de vacinas. Segundo ele, a depender do laboratório fabricante, os valores atingiriam uma compra entorno de 17 mil doses.


“Reservamos R$ 1 milhão pra compra de vacinas, a gente pode comprar de qualquer um laboratório que esteja autorizado, e esses recursos garantiriam umas 17 mil doses, é uma boa parcela da população. Garantiríamos a vacinação de todos os idosos e com as vacinas que tem chegado, a gente voltaria às nossas atividades econômicas, normalmente”. - Declarou.

Na semana passada a câmara de vereadores autorizou a compra de vacinas pelo município, e a medida já foi sancionada pelo prefeito Edilson Tavares. A expectativa é que o consórcio que vai reunir várias prefeituras faça uma compra única, e em seguida as doses sejam distribuídas de acordo com o investimento de cada município.


DEMORA

O grande problema no momento é conseguir a compra, já que os laboratórios fecharam acordos desde as fases de testes no ano passado, e vários países compraram os lotes de forma antecipada. O Governo Federal optou por esperar, e agora o Brasil corre atrás do prejuízo para fechar acordos. Pouca vacina, todos querem, prevaleceu a lei de quem chegou primeiro.