Buscar
  • Evandro Lins

Secretaria de ordem social e diretoria da mulher fazem manifesto após assassinato de Paula Lima


A morte de Paula Maria do Paraíso Lima, 35 anos, assassinada com seis tiros na última sexta-feira (02), próximo ao antigo Lixão em Toritama, continua repercutindo e causando comoção em toda região. Nesta terça-feira (06), um manifesto foi divulgado em conjunto pela Secretaria de Ordem Social, Diretoria da Mulher e Patrulha Maria da Penha repudiando a violência contra a mulher. Confira:


NOTA


Diante da brutalidade do crime que ceifou a vida de PAULA MARIA, a gestão municipal por meio da Diretoria da Mulher, da Secretaria de Ordem Social e da Patrulha Maria da Penha, repudiam toda e qualquer forma de violência contra a mulher.


Uma vida sem violência é direito das mulheres, por isso, não normalizar a violência diária sofrida por todas nós é um compromisso de todos e de todas.


O ciclo de violência precisa ser rompido, só assim poderemos evitar novas tragédias.


Se você é vítima de violência ou conhece alguma mulher que sofre com qualquer tipo de agressão, seja ela física, moral, psicológica, patrimonial ou sexual, denuncie!


#NenhumMulherAMenos